terça-feira, 12 de julho de 2011

Impossibilidade

Estive tanto tempo sem te ver, que hoje o meu olhar perde-se na beleza que outrora admirei. Gostava de sentir lúcidas razões para te amar outra vez, para não me amedrontar ao simples espanto da tua presença...


4 comentários:

nina disse...

Profundo e belo como sempre.
Beijos my friend :)

Vivian disse...

...quando nos desencantamos,
será que era amor?

bj, moço!

Sonhadora disse...

Francisco

Quando foi amor, por mais que tentemos negar e dizer-mos no nosso intimo que passou...se houve fogo das cinzas pode renascer novamente o sentimento que estava apenas adormecido.
Deixo um beijinho
Sonhadora

Moonlight disse...

Meu amigo,

....nada se destroí....,nada se cria....tudo se transforma.....Até um grande Amor....

Bjito cheio de luar